Atividade Física Adaptada – Por Erika Fernandes

Hoje em dia venho vendo que a mídia para adaptados vem aumentando, o que me deixa muito feliz.

Ser adaptado não quer dizer incapacitado de realizar algo, mas isso vai também depender do grau da deficiência/patologia que o levará a ficar assim. A atividade física adaptada é um programa individualizado que visa um trabalho de aptidão física e motora, habilidades de padrões motores fundamentais no intuito de suprir as necessidades especiais do indivíduo.

 

Foto: internet.
 
A atividade física adaptada deve avaliar as diferenças individuais associadas aos problemas no domínio psicomotor e evitar que atrapalhem a identidade do aluno/atleta, tendo como objetivo principal a inclusão social.
 
Foto: internet.
 
Ao montar o programa do adaptado devemos traçar algumas metas:

• Estímulo ao desenvolvimento;

• Desenvolvimento psicossocial e intelectual;

• Melhoria das condições organos-funcionais;

• Possibilitar condições de desenvolver seu potencial criativo e espontâneo

• Melhoria e desenvolvimento da autoestima

• Motivação e socialização

• Possibilitar relacionamento intrapessoal e interpessoal;

• Proporcionar bem estar físico, mental, social e emocional;

• Atender as necessidades de movimento, de auto expressão e lazer.

O ponto importante que vejo é no que diz respeito a superação, um indivíduo que não tem um braço, conseguir levantar uma carga pesada,  vê-lo dentro de uma piscina e conseguir atravessar sem precisar de ajuda, ou ver uma pessoa de cadeira de rodas numa equipe de basquete. Essa força de vontade não tem preço. E o esporte adaptado existe pra isso. 

 

Foto: internet.
 
Até semana que vem!
Erika Fernandes
IG: @erikitz

 

 

 

 

Um comentário em “Atividade Física Adaptada – Por Erika Fernandes

  1. Sem dúvida o esporte adaptado é uma ferramenta maravilhosa de estímulo às pessoas q apresentam deficiências físicas! além de promover a saúde do corpo, trabalha a mente e estimula a capacidade de superação na vida. Tive a oportunidade na época da minha graduação em Fisioterapia, de atuar com esse público. E sinceramente, foi uma das melhores experiências que tive, lembro-me com alegria dessa etapa que me fez crescer profissionalmente, e tb no âmbito pessoal. Bagagem de aprendizado maravilhosa!!!! Parabéns Erika pela ótima matéria!!!!

    Curtir

Deixe uma resposta para Caroline Libardi Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s