Porque Pilates só conta até 10? – Por Myra Hirano

Diferente de outras formas de treinamento de força, a maioria dos exercícios de Pilates são realizados com apenas 3-6 repetições e nunca passamos de 10 vezes/ciclo para exatamente o mesmo movimento.
Por quê? A resposta é bem simples, fazer os exercícios com precisão e eficiência é tudo o que você precisa e nada a mais.

De acordo com Joseph Pilates, “A Contrologia (nome inicial, original do Método Pilates) não é um sistema fatigante, maçante, chato, de insuportáveis exercícios repetidos diariamente até causarem náusea.” Cada exercício requer uma precisão da correta colocação postural, uma concentração e controle do seu próprio corpo, que haja domínio da prática proposta, e quando se faz desta forma só precisamos de algumas repetições para colher todos os seus benefícios.

Pilates é um grande sistema de exercícios pensado e testado, com suas sequências realizadas em máquinas específicas criadas para tal, com carga e número de repetições corretos, e o seu programa de solo igualmente. Você deve sim, se preocupar com o domínio da prática e a fluidez da aula, sempre realizando os exercícios com consciência e concentração em cada detalhe das corretas instruções e se preparando para o que está por vir.

Joe Pilates em plena e saudável forma física aos 67 anos de idade. Foto : Hubertus Joseph Pilates, a biografia . HakaBooks.com

A evolução da prática fará com que você aumente o número de exercícios em uma aula e seus desafios, e não o número de repetição ou o aumento da carga. Muitas pessoas confundem o Método Pilates com o treino da musculação, por exemplo. É um grande erro! São atividades completamente distintas! Ou acreditam que somente fazendo aulas de Pilates vão emagrecer. A busca sempre deve ser em realizar os exercícios com controle e fluidez. Se você procura outros objetivos, prefere aumentar a carga, o número de repetições, ou qualquer outra característica que não pertence à Técnica de Pilates, deve então procurar uma atividade que atenda melhor a sua meta, ou combinar atividades. Existem muitas ótimas opções para este fim. Não adianta dar murro em ponta de faca. 🙂

Mesmo com poucas repetições nós desenvolvemos músculos fortes , tanto no core como nos membros. Pergunte a qualquer um que pratica aula de Mat Pilates Clássico e poderá dizer-lhe , isto realmente é um exercício!” Marguerite Ogle para o Pilates About

Além disso, Pilates é sobre o corpo como um todo, integrando os movimentos naturalmente funcionais e preparando-nos para uma vida saudável, não é sobre excesso de desenvolvimento muscular de um conjunto de músculos com várias repetições de um exercício . Ao invés de fazer inúmeras vezes os mesmos movimentos, o Pilates se move através de exercícios diferentes e conectados em uma só aula, aproveitando essa variedade para manter o corpo e a mente ocupadas, desenvolvendo uma simetria e um balaceamento corporal, procura-se uma musculatura graciosa e não “músculos salientes”, como dizia o próprio Joe Pilates em sua obra Return to Life.

Joseph ainda escreveu:

Certifique-se de nunca repetir o exercício (s) selecionado mais que o número de vezes prescrito, você estará ignorando este mais importante conselho e direção.”

O meu conselho é praticar pensando em realizar cada exercício totalmente de corpo e alma presentes. Tentar alcançar um alinhamento impecável, seguir as instruções com fidelidade, utilizar uma respiração livre, usando a sua capacidade máxima de obter todo o ar fresco possível, inspirando e expirando consciente e completo, fluindo através do movimento. Com estes elementos você irá atingir os benefícios do Pilates e encontrará o equilíbrio, que irá te surpreender e com certeza superar os resultados limitados de muitas repetições, a maioria das vezes sem sentido.

Não tente fazer do Pilates um milagre para tudo que você precisa! Caso contrário, você não conseguirá alcançar nem os seus objetivos e nem os propostos pelo método! Quem pratica o Pilates verdadeiro e consciente sabe que 99% das vezes nem é sequer possível fazer tantas repetições atendendo as corretas instruções. 

Procure primeiro entender a técnica que você pratica, que você conhece, ou que talvez ainda tenha que aprender mais, a fundo! Até que você consiga concluir que não adianta tentar mudar uma técnica, o caminho será simplesmente mudar DE técnica, e encontrar aquela que tem mais a ver com os seus objetivos.

Um bom retorno à vida a todos!

Myra
IG: @myrapilates

5 comentários em “Porque Pilates só conta até 10? – Por Myra Hirano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s