Tomar colágeno funciona? – por Dr Cyro Hirano

Essa é uma dúvida frequente dos meus pacientes e esse mito do colágeno hidrolisado funcionar não é de hoje.

Com a promessa de firmar a pele e até amenizar a fome, até então só era encontrada em cápsulas, sachês e balas manipuladas.

  
E para acompanhar essa procura, as opções de produtos prontos com colágeno hidrolisado também aumentaram bastante.

É só dar uma olhada nas prateleiras: além de balas e chocolates, hoje ele pode ser encontrado em águas aromatizadas, shakes, barrinha de cereais, granolas e até em chás!

O colágeno é um dos principais componentes da pele. Ele fica na derme, camada que da sustentação e sua perda gradativa, traz como uma das consequências, a flacidez .

O colágeno tem desgaste ao longo do tempo e esta degradação pode ser genética, acelerado por radicais livres, por causa da má alimentação, exposição ao sol em excesso, poluição, tabagismo, uso de álcool, estresse, poucas horas de sono e envelhecimento com seu declínio hormonal.

Por isso, vale ressaltar que o uso dos suplementos não funciona isoladamente. Por exemplo, a pessoa que toma o colágeno não terá a pele firme se continuar estressada, fumando, tomando sol e comendo mal, ele não é uma fórmula milagrosa.

A falta de aminoácidos, vitaminas, minerais e antioxidantes, todos absolutamente necessários para formar o colágeno, também afetam a sua produção por vezes ainda na juventude da pessoa.

Pesquisas mostram que, a partir dos 30 anos, mesmo com uma alimentação balanceada, há uma perda anual em torno de 1%.

Dos 50 anos em diante, a produção de colágeno pode cair para apenas 35%, em média. A medida que envelhecemos, a capacidade da pele para substituir o colágeno danificado diminui, de modo que o colágeno se concentra com menor qualidade e menor qualidade ao longo do tempo.
É por esse motivo que alguns dermatologistas, nutricionistas,e nutrólogos consideram a suplementação com o colágeno hidrolisado importante a partir dos 30 anos e essencial depois dos 50.

Porém é um assunto controverso, e ainda não há um consenso!
Durante o encontro do American College of Sports Medicine, em Indianápolis, nos Estados Unidos, em 2006, a apresentação de um estudo alemão com 100 atletas, de 15 a 80 anos, mostrou que o consumo de colágeno hidrolisado trazia uma melhora importante nas suas articulações. Após 12 semanas consumindo 10 gramas do suplemento por dia, 79% dos participantes apresentaram maior mobilidade dos joelhos e dos quadris. A maioria relatou menos dor nessas articulações ao realizar exercícios de esforço e ao subir escada. Uma parte dos atletas também teve menos desconforto nos ombros.

Acho um bom fundamento para o uso entre os “pilateiros” aqui do blog. Até a Sociedade Brasileira de Reumatologia reconhece os benefícios do colágeno para pacientes com artrose, já que a proteína pode melhorar a cartilagem dessas pessoas que estão, principalmente, na fase inicial da doença.

  
Extraído do osso e da cartilagem do boi, o colágeno presente nos suplementos deve ser hidrolisado, ou seja, passar pelo processo de hidrólise (quebra pela água das moléculas de proteína) para que possa ser absorvido facilmente pelo organismo.

Nesse formato, ele é considerado um alimento pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pelo FDA nos EUA.

Ainda há poucas evidências científicas sobre o assunto, não porque o colágeno não tem valor, mas porque a maioria dos produtos (aquele pó que você compra na loja de produtos naturais), ele não consegue ser replicado!

Por isso comer colágeno não se traduz em mais colágeno na pele.
Suplementos com silícios (como o “exynutriment”), associados a antioxidantes podem melhorar a saúde da pele e suas articulações.

Porém, antes de sair tomando qualquer coisa que diz que contém colágeno, é importante sempre procurar orientação do seu médico ou nutricionista.

Saúde!

Dr. Cyro Hirano

(Instagram: @cyrohirano, @cdclinicadermatologica)

-Não possui nenhum conflito de interesse com a indústria farmacêutica ou de equipamentos.

– As fotos deste post possuem somente caráter ilustrativo.

– Os resultados de qualquer tratamento podem variar de acordo com a resposta individual.

– As opiniões aqui contidas podem divergir das de outros profissionais da área, e essas informações não podem ser usadas legalmente contra terceiros, como evidência de falhas ou enganos de outros profissionais.

Lembrando que estamos aqui para informar e que um post não substitui uma consulta médica.

Um comentário em “Tomar colágeno funciona? – por Dr Cyro Hirano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s