Outubro Rosa – Por Dr Cyro Hirano

Você com certeza ja ouviu falar desse movimento. Ele é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população.

O câncer de mama é o mais comum entre as mulheres segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), são mais de 57 mil novos casos estimados no Brasil em 2014.

Na maioria dos casos de câncer de mama, não há uma causa específica. Há alguns fatores que estão associados ao aumento do risco de desenvolver a doença. A própria idade é um deles, pois a chance aumenta na medida em que se envelhece.

Menarca precoce, menopausa tardia, nuliparidade (não ter filhos), primeiro filho em idade avançada, não amamentação e uso de terapia de reposição hormonal são fatores associados ao risco. Consumo excessivo de álcool, obesidade na pós-menopausa e sedentarismo também. Os fatores hereditários são responsáveis por menos de 10% dos cânceres de mama. O risco é maior quando os parentes acometidos são de primeiro grau (pai, mãe, irmãos, filhos).

O câncer de mama em homens é raro. Porém ele existe e estima-se que, do total de casos da doença, apenas 0,8% a 1% ocorram em pessoas do sexo masculino.

O movimento Outubro Rosa começou nos Estados Unidos, onde vários Estados tinham ações isoladas referente ao câncer de mama e ou mamografia no mês de outubro, posteriormente com a aprovação do Congresso Americano o mês de Outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção do câncer de mama.

Em 1997, entidades das cidades de Yuba e Lodi nos Estados Unidos, começaram efetivamente a comemorar e a realizar ações voltadas a prevenção do câncer de mama, denominando como Outubro Rosa. Todas ações eram e são até hoje direcionadas a conscientização da prevenção pelo diagnóstico precoce. Para sensibilizar a população inicialmente as cidades se enfeitavam com os laços rosas, principalmente nos locais públicos, depois surgiram outras ações como corridas, desfile de modas com sobreviventes (de câncer de mama), partidas de boliche e etc. (www.pink-october.org).

A ação de iluminar de rosa monumentos, prédios públicos, pontes, teatros e etc. surgiu posteriormente, e não há uma informação oficial, de como, quando e onde foi efetuada a primeira iluminação. O importante é que foi uma forma prática para que o Outubro Rosa tivesse uma expansão cada vez mais abrangente para a população e que, principalmente, pudesse ser replicada em qualquer lugar, bastando apenas adequar a iluminação já existente.

No Brasil começou em 2008 iluminando o Congresso Nacional, o Jardim Botânico e o Cristo Redentor.
  

A popularidade do Outubro Rosa alcançou o mundo motivando e unindo diversos povos em em torno de uma causa tão nobre. Isso faz que a iluminação em rosa assuma importante papel, pois tornou-se uma leitura visual, compreendida em qualquer lugar no mundo.
Quando câncer de mama é diagnosticado precocemente, há até 95% de chance de cura.

Por isso, é importante que toda mulher de 40 a 69 anos faça mamografia a cada dois anos.

Se você não está nessa faixa etária, informe seus familiares, amigas e conhecidos para conscientizar essa prática simples e que salva milhares de vidas!

O importante é, na realidade, lembrar deste assunto sério também nos outros 12 meses do ano, já que a doença é implacável e se faz presente não só no mês de outubro. No entanto, este mês é representativo para a causa, tornando-se especial.

Vamos espalhar esse movimento lindo?

  

 

Dr. Cyro Hirano
(Instagram: @cyrohirano, @cdclinicadermatologica)

-Não possui nenhum conflito de interesse com a indústria farmacêutica ou de equipamentos.

– As fotos deste post possuem somente caráter ilustrativo.

– Os resultados de qualquer tratamento podem variar de acordo com a resposta individual.

– As opiniões aqui contidas podem divergir das de outros profissionais da área, e essas informações não podem ser usadas legalmente contra terceiros, como evidência de falhas ou enganos de outros profissionais.

– Lembrando que estamos aqui para informar e que um post não substitui uma consulta médica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s